O Modelo de Gestão da C. Rolim Engenharia é baseado no seu Sistema Lean da Qualidade, fortemente fundamentado na filosofia da construção enxuta e contempla as nossas principais preocupações: o capital humano (life), o meio ambiente (green) e a busca pela inovação e tecnologia aplicada ao processo de construção (BIM1).

Filosofia Lean

O centro do Modelo de Gestão da C. Rolim Engenharia é a Filosofia Lean, baseada no Sistema Toyota de Produção (STP).

Desenvolvido após a Segunda Guerra Mundial, o STP mudou os paradigmas da administração da produção, trazendo à tona ideias simples e inovadoras, baseadas em um objetivo comum: aumentar a eficiência da produção pela eliminação consistente e completa de desperdícios. Nos anos 1990, o pesquisador finlandês Lauri Koskela desenvolveu o conceito da construção enxuta, uma teoria que contempla os conceitos do Lean Production voltados à construção.

Industry Day – Apresentação do case da C. Rolim Engenharia no IGLC 2013

Foto por C. Rolim Engenharia

Dentre os princípios da construção enxuta, destacam-se: a redução das parcelas que não agregam valor ao processo, a agregação de valor ao produto com base nas necessidades do cliente, o aumento da transparência dos processos, o foco no controle do processo global e a introdução da melhoria contínua.

O primeiro contato da C. Rolim com a construção enxuta aconteceu em 2004, através de um módulo de treinamento organizado pelo Programa de Inovação da Indústria da Construção Civil do Estado do Ceará, o INOVACON.

A partir dessa data, teve início a implementação do novo modelo de produção, buscando compreender o que agrega valor ao cliente, identificar as atividades ou processos que não agregam valor para eliminá- los ou reduzi-los e a melhoria e evolução contínua.

Na C. Rolim, o primeiro passo para implementação do novo sistema de produção foi estabilizar a produção a partir do Planejamento e Controle da Produção Hierarquizado, com definições objetivas sobre os planejamentos de longo, médio e curto prazo. Isso permitiu uma maior clareza na tomada de decisão e na rotina diária da obra. Em seguida, deu-se início à aplicação das ferramentas e práticas Lean propriamente ditas.

Seguindo a busca pela consolidação e integralização completa da filosofia Lean na empresa, conseguiu-se, através da ISO 9001, a certificação de seu sistema lean atrelado ao sistema de gestão da qualidade, resultando no Sistema Lean da Qualidade. Esta união promoveu uma linguagem única e filosoficamente enxuta dentro da empresa.

Quase 10 anos após o primeiro contato com a filosofia enxuta, a C. Rolim Engenharia se tornou referência nacional e internacional na implementação dos princípios Lean em seus canteiros de obras. Em 2013, durante a realização do 21st International Summit of the International Group for Lean Construction, o IGLC, no Gemba Day, a C. Rolim teve a honra de receber, em um dos seus canteiros de obras, a visita de especialistas e estudiosos da construção enxuta do mundo todo, destacando-se a presença de Lauri Koskela, precursor do Lean Construction. Ainda no IGLC, tivemos a oportunidade de apresentar um dos nossos estudos de caso durante o Industry Day, em um dos momentos de maior destaque do evento.